Novembro Azul - Dilson Godinho realiza conscientização ao câncer de próstata pelo Norte de Minas

08 Nov 2017
1381 vezes

Novembro Azul 2O Núcleo de Saúde do Homem do Hospital Dilson Godinho deu início às ações do Novembro Azul, levando para comunidades carentes e cidades do Norte de Minas a mobilização para os cuidados com a saúde, em especial para o diagnóstico e tratamento do câncer de próstata.

Ao longo do mês, o núcleo de trabalho, que faz parte da Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Terapia Nutricional e Oncologia (UNACON I) do Dilson Godinho, vai percorrer vários municípios e comunidades. 

Os profissionais da instituição levam orientações à saúde, com mutirão para realização do PSA, exame usado para pesquisar o câncer de próstata em homens, de forma a diagnosticar precocemente a doença e obter maior resultado no tratamento.

São atendidos homens de 50 a 75 anos, de forma gratuita; em caso de alterações no exame, eles são encaminhados para acompanhamento com a equipe médica do Hospital Dilson Godinho.

 

Atendimentos
Segundo o enfermeiro responsável pelo Núcleo de Saúde do Homem, Marcos Brant, são realizadas no Hospital Dilson Godinho, por ano, mais de 900 biopsias de próstata, sendo uma média de 25 pacientes em tratamento do câncer de próstata por mês.

No último fim de semana, a campanha foi realizada em parceira com Associação dos Deficientes de Montes Claros (Ademoc). Foram coletados exames em 300 homens. Indaiabira, distante cerca de 300 km de Montes Claros, também recebeu as ações da Saúde do Homem no último dia cinco de novembro. Mais de 100 homens foram examinados e orientados sobre o câncer de próstata.

Novembro Azul 3

Câncer de próstata
Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), no Brasil este é o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens, afetando principalmente a terceira idade, com maior incidência dos casos a partir dos 65 anos. Segundo o INCA, homens a partir dos 50 anos devem procurar um profissional médico para avaliação; para quem possui parentesco de primeiro grau com câncer de próstata, o acompanhamento deve começar aos 45 anos.

Referência
A instituição, referência no tratamento do câncer, é hoje um dos principais centros do país em radioterapia. O serviço funciona dentro da Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Terapia Nutricional e Oncologia (UNACON I), com atendimentos prioritariamente pelos SUS.

A unidade já conta com um Acelerador Linear, desde 2012, aparelho dos mais avançados para o tratamento do câncer, e se prepara para o início do uso de um segundo acelerador, adquirido com recursos do Governo Federal, para melhor atender os pacientes, com possibilidade de ampliação dos assistidos, além de garantir rapidez e maior eficiência nos tratamentos.

Além do Acelerador Linear, uma moderna Braquiterapia, que está em uso desde setembro deste ano, tem contribuído para o melhor atendimento, com eficiência e em tempo curto de exposição à radiação. O aparelho atende pacientes mulheres com câncer de colo de útero e do endométrio (dois dos mais comuns em mulheres acima dos 60 anos).

Última modificação em Quarta, 08 Novembro 2017 09:40
Avalie este item
(0 votos)