Ministro da saúde conhece instalações da radioterapia do Hospital Dilson Godinho

01 Jul 2017
974 vezes

visita 2O ministro da Saúde, Ricardo José Magalhães Barros, visitou a Fundação de Saúde Dilson de Quadros Godinho – Hospital Dilson Godinho, nesta sexta-feira (30/06), onde recebeu homenagem e conheceu as instalações da Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Terapia Nutricional e Oncologia (UNACON I), composto dos serviços de Quimioterapia, Radioterapia, Cirurgia Oncológica e Hematologia.

Acompanhado de médicos e diretores da unidade, esteve também no “bunker” que vai abrigar um segundo acelerador linear de última geração, que foi adquirido através de convênio com o Governo Federal.

Atualmente a UNACON I está em reformas para expansão da capacidade de atendimento. No Hospital Dilson Godinho já são realizados, por mês, cerca de 7 mil procedimentos de radioterapia, 2.500 consultas médicas da equipe multiprofissional oncológica e 1.300 procedimentos de quimioterapia. Em 2016, 635 pacientes realizaram cirurgia oncológica no Dilson Godinho.

O hospital, referência no tratamento de câncer, já adquiriu um outro Acelerador Linear, equipamento considerado como um dos aparelhos mais modernos no tratamento radioterápico, que custou 1 milhão de dólares, recursos liberados pelo Governo Federal, através de convênio com o Ministério da Saúde. O equipamento já foi licitado e está em fase de importação, devendo entrar em pleno funcionamento nos próximos três meses. Fábio Barros, acompanhado de assessores, deputados federais e estaduais, conheceu as instalações que, em breve, receberão o acelerador.

O equipamento, segundo o diretor administrativo do Dilson Godinho, Éder Tadeu, foi adquirido e já está a caminho do hospital. “O principal benefício de recebermos mais um acelerador é o ganho de qualidade no atendimento aos pacientes que têm câncer. Poderemos atender mais pessoas, com mais rapidez e eficiência”, pontua o diretor.

A unidade já conta, desde 2012, com um Acelerador Linear, doado pelo Governo do Estado. Agora serão dois equipamentos de última geração para melhor atender os pacientes SUS. De acordo com a assessoria, nas instalações do Dilson Godinho, atualmente, por mês são atendidos uma média superior a 13 mil pacientes, cerca de 430 pessoas por dia, envolvendo diversos atendimentos, consultas, serviços de pronto socorro, emergência, exames, internação. Uma grande parte destes atendimentos se concentra na área da oncologia.

O Hospital Dilson Godinho recebe pacientes de uma região com população superior a 2,5 milhões de habitantes do Norte, Nordeste e Noroeste de Minas, além do Vale do Jequitinhonha e parte do sul da Bahia. Segundo o superintendente do Dilson Godinho, Antônio Cezar dos Santos, a capacidade de atendimento na radioterapia será ampliada, além de possibilitar que os pacientes voltem para suas cidades mais cedo.visita 1

“O acelerador vai possibilitar muitos benefícios para a região como um todo. O aparelho funciona hoje até por volta de 1h da madrugada, então aquele paciente, já debilitado, que vem de outras cidades, precisa dormir em Montes Claros, ter gastos com hospedagem. Com o novo acelerador, a previsão é de que até às 18h finalizemos e as pessoas possam voltar para casa com tranquilidade”, destaca o superintendente.

MAIS RECURSOS

Durante a visita do ministro Ricardo Barros à Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Terapia Nutricional e Oncologia (UNACON I), a presidente do Conselho Deliberativo da Fundação de Saúde Dilson de Quadros Godinho – Hospital Dilson Godinho, Felicidade Tupinambá, fez a entrega de um documento solicitando recursos para mais melhorias no atendimento oncológico da instituição, como a compra de um tomógrafo e equipamentos o pronto-socorro, que será ampliado em breve.

“O que pretendemos junto ao ministro é essencial para que o hospital desenvolva um bom trabalho. Já temos uma capacidade de trabalho razoável, prestamos um serviço pioneiro na região na área de oncologia. Poder ampliar isso é muito interessante. Quem ganha com isso é toda a população do Norte de Minas e demais regiões. Socorrer as pessoas na hora devida é nosso principal objetivo”, afirma Felicidade Tupinambá.

Última modificação em Sábado, 01 Julho 2017 01:03
Avalie este item
(0 votos)